Equipe

Alexandre Sigolo: Biólogo e doutor em Bioquímica pela Universidade de São Paulo, iniciou em 2003 suas atividades cervejeiras caseira. Fundou nessa época com Rodrigo Louro o que seria a futura Sinnatrah Cervejaria-Escola. Fez diversas viagens pela Europa, Estados Unidos e América do Sul a procura das maravilhas artesanais destes locais. Em
2010 participou de um estágio de uma semana na Cervejaria Colorado em Ribeirão Preto onde pode sentir de perto o cotidiano de uma microcervejaria. É membro da Acerva Paulista desde 2008 e participa dos concursos nacionais e estaduais regularmente. Atualmente, além de ser um dos cervejeiros “sênior” da Sinnatrah é o mestre-cervejeiro da Cervejaria Nacional em São Paulo.

  • Estilos preferidos (hoje): IPA, o estilo mais bacana já inventado, Weizen e Stout
  • Cerveja do dia-a-dia: Heineken, Serramalte, Eisenbanh Pale Ale
  • Artesanais sempre (que possível) na geladeira: Colorado Indica, Baden Baden 1999 e Falke Estrada Real
  • Importadas de “responsa”: Fueller’s ESB, Meantime IPA, Brew Dog Punk IPA
  • Melhor Sinnatrah de todos os tempos (até agora, claro!): Mega B’IPA (Nossa Imperial IPA) e Geraldo Filme Milk Stout

Rodrigo Louro: Biólogo com doutorado (PhD) e pós-doutorado em Bioquímica pela Universidade de São Paulo. Produz cerveja artesanal desde 2003, quando comprou os primeiros equipamentos caseiros em sociedade com Alexandre Sigolo. Visitou diversas vezes EUA e Europa, o que propiciou contato com uma grande variedade de exemplos de estilos de cerveja. Ainda viveu um ano na França, quando rodou a Europa ampliando os horizontes cervejeiros. Se afastou da pesquisa acadêmica para trabalhar com algo mais aplicável (e apreciável) em nossa sociedade. É o “pai” do gato que inspirou o nome e logo da Sinnatrah. Atualmente é um dos cervejeiros/professores/ (entre outras funções menos nobres) da Sinnatrah Cervejaria-Escola. Em 2011 se formou sommelier de cervejas (ABS – Associação Brasileira de Sommeliers, e ASI – Association de la Sommellerie Internationale).

  • Estilos preferidos (hoje): IPA (India Pale Ale), WeizenBier e Rauchbier.
  • Cerveja do dia-a-dia: Heineken e Sinnatrah B’IPA.
  • Artesanais sempre (que possível) na geladeira: Sinnatrah B’IPA, Colorado Indica e Eisenbahn 5.
  • Importadas de “responsa”: Brooklyn East India Pale Ale, Weihenstephaner Vitus e Aecht Schlenkerla Rauchbier.
  • Melhor Sinnatrah de todos os tempos (até agora, claro!): Mega B’IPA – Imperial IPA com 7% de ABV e MUITO lúpulo (70-80 IBUs e dry-hop com Fuggles)

História              Nossas cervejas               Espaço Sinnatrah                  Equipe

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: